Soroban SorobŃ

Soroban ou Sorobã?
   O nome Soroban (com "N") foi trazido ao Brasil por imigrantes japoneses no começo do século XX.    Originalmente Kambei Moori leva para o Japão o Suan Pan (ábaco chinês) e um pequeno manual, iniciando os seus estudos sozinho com este instrumento. Em 1622 publica o seu primeiro livro "Embrião do Soroban".

   No Brasil, em 1949, Joaquim Lima de Moraes, adapta o Soroban para uso de cegos, após aprender a técnica ensinada por imigrantes japoneses, abrasileirando o termo para Sorobã.

   Então temos dois modelos no Brasil:
- Soroban: para videntes (como chamamos os dotados de visão);
- Sorobã: o mesmo, mas adaptado para deficientes visuais.

   Ambos podem ser utilizados, e os cálculos são praticamente realizados de forma igual nos dois modelos. A manipulação no Soroban (com "N") é mais rápida pois as contas correm livremente, diferentemente do Sorobã, onde as mesmas são presas, mas ambos geram uma aptdão em comum: o cálculo mental.

   No Brasil, pelo Sorobã ter substituído o Cubarítmo nas aulas de cálculo, a mídia menciona o ábaco japonês, Soroban, como exclusividade para deficientes visuais. Pretendemos aqui deixar bem claro que trata-se de um instrumento extremamente útil para AMBOS, inclusive videntes.

   Fonte: http://www.sorobanbrasil.com.br

SorobŃ

Sorobã:   Estrutura plástica de poliestileno, forro em tecido sintético flexível, esferas plásticas de polipropileno, eixos em aço e pés de borracha.
Tamanho: 24,0 x 8,5 x 1,0 cm.
    Para Comprar Clique Aqui

Atendimento: (11)3884-2423
Fale conosco, nossa equipe está atenta e motivada para atendê-lo.

Saiba Mais Sobre Nossa Linha Completa de
Produtos para Necessidades Especiais em nosso novo site:

www.civiam.com.br

Conheša Nossos Produtos Visite Nosso Site
Conheša Nossos Produtos Visite Nosso Site Conheša Nossos Produtos Visite Nosso Site