O círculo dourado da simulação.

Fonte: Blog Body Interact
No círculo dourado da simulação, estudantes praticam com paciente virtual.
Estudantes interagem com paciente virtual

Você pode nunca ter ouvido sobre o círculo dourado, mas é essencialmente composto de três perguntas: “por que?”, “como?” e “o que?”, colocado dentro de um círculo. Criada por Simon Sinek, especialista em liderança, a idéia principal é ajudar organizações e indivíduos a definir suas prioridades de pensamentos, ações e comunicação.

Pense nessas três perguntas por cerca de um minuto.

Como Simon Sinek explica, “todo mundo sabe o que faz, alguns sabem como fazem isso, mas poucas pessoas sabem por que fazem o que fazem ”. Quando aplicamos o círculo dourado na simulação, como criadores do Body Interact, desafiamos você a pensar sobre o objetivo de um exercício de simulação e suas crenças profissionais ao usar esta ferramenta educacional.

Porque = O Propósito

A primeira tarefa difícil é decidir qual benefício destacar. No entanto, devido à principal missão dos profissionais de saúde de salvar vidas, podemos começar mencionando como a simulação pode melhorar a segurança do paciente. 

Ao ajudar estagiários inexperientes a praticar casos médicos comuns e incomuns, a simulação ajuda a reduzir e prevenir erros clínicos, sem comprometer o bem-estar dos pacientes.

Além disso, os três objetivos de acelerar a educação clínica com altos padrões de qualidade, reduzir a escassez de profissionais de saúde em todo o mundo e promover oportunidades de aprendizagem ao longo da vida para todos, aumentam a qualidade e ajudam a garantir o acesso aos serviços de saúde.

Conectada às Metas de Desenvolvimento Sustentável para 2030, a simulação garante uma educação de qualidade inclusiva e equitativa. Como a maioria dos principais profissionais de saúde são pensadores clínicos integradores, solucionadores de problemas analíticos e aprendizes reflexivos, aspectos como percepção, raciocínio, interpretação, julgamento e tomada de decisão são competências essenciais aprimoradas pela simulação.

Como = O processo

Desde atender recém-nascidos até lidar com adultos, uma experiência imersiva de aprendizado é como os profissionais de saúde desenvolvem rapidamente suas competências cognitivas e habilidades. Ao conectar seu conhecimento teórico ao desempenho baseado em habilidades, a simulação também pode capturar sua motivação intrínseca.

As oportunidades de repetir os processos e corrigir seus erros possibilitam um aprendizado que leva ao domínio. Além disso, a compreensão dos processos cognitivos por meio do envolvimento emocional também é um elemento crítico no processo de aprendizagem.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *